Buscar
  • EOYE - Easy On You English

Conjunções / Conjunctions


Podem ser pequenas palavras, mas conjunções são altamente funcionais e muito importantes para a construção das frases. Como você pode ver na primeira frase eu usei a Conjunção coordenativa “e” vincular a diferentes partes da frase, que é o principal trabalho de conjunções. Basicamente, conjunções unem palavras, frases e orações. Conjunções Coordenativas

  • And

  • But

  • Or

  • Nor

  • For

  • Yet

  • So

Conjunções de coordenação são o que vem à mente da maioria das pessoas quando ouvem a palavra “conjunção”, e elas fazem exatamente o que seu nome diz, elas unem coisas. Elas podem unir palavras, frases e orações independentes. A língua inglesa tem sete conjunções de coordenação, e são fáceis de se lembrar se você pode apenas lembrar FANBOYS:

  • For – Explica o motivo ou finalidade (como o “because”)  I go to the park every Sunday, for I love to watch the ducks on the lake.

  • And – Adiciona uma coisa para outra I go to the park every Sunday to watch the ducks on the lake and the shirtless men playing soccer.

  • Nor – Usado para apresentar uma idéia alternativa negativa a uma ideia negativa já dita. I don’t go for the fresh air nor really for the ducks. Honestly, I just like the soccer.

  • But – Mostra contraste The soccer in the park is entertaining in the winter, but it’s better in the heat of summer.

  • Or – Apresenta uma alternativa ou uma escolha The men play on teams: shirts or skins.

  • Yet – Introduz uma idea contrastante que segue a idea anterior logicamente (semelhante ao “but”)

  • I always take a book to read, yet I never seem to turn a single page.

  • So – Indica o efeito, resultado ou consequência I’ve started dating one of the soccer players, so now I have an excuse to watch the game each week.

Usando vírgulas com Conjunções Coordenativas Você notará que as sentenças de exemplo, alguns das conjunções de coordenação são precedidos por uma vírgula enquanto outros não são. Há uma razão muito simples para isso. Se uma Conjunção coordenativa está unindo duas orações independentes (coisas que poderiam ficar sozinhas como frases completas), ele precisa ter uma vírgula com isso. Se a conjunção está se conectando duas frases (frases incompletas) ou palavras (como em uma lista), não precisa uma vírgula.

  • The soccer in the park is entertaining in the winter (independent clause) + it’s better in the heat of summer (independent clause) – Porque estas são duas orações independentes, elas devem ser Unidas entre si por uma vírgula e uma Conjunção coordenativa.

  • the ducks on the lake (phrase) + the shirtless men playing soccer (phrase) – Porque estes não são frases completas (orações independentes), elas podem ser conectadas com apenas uma conjunção. Nenhuma vírgula é necessária.

Algumas pessoas te dirão que em uma lista de três ou mais itens ou frases, você precisa de uma vírgula e uma conjunção antes do último item ou frase. A verdade é que, você não tem que usar uma vírgula ali, mas você pode se você quiser e se você acha que uma vírgula vai esclarecer qualquer confusão possível, vá em frente e use-a. Caso contrário, não é realmente necessário (consulte este artigo para obter mais informações sobre o uso da vírgula). A Conjunção coordenativa única que parece não ser capaz de se conectar fragmentos de frase (palavras e frases) é “for”. Quando “for” vem entre palavras ou frases curtas, ele está agindo normalmente não como uma Conjunção coordenativa, mas como uma preposição.

Você pode começar uma frase com uma Conjunção coordenativa?

Outra regra que você vai ouvir muitas vezes é que é incorreto começar uma frase com uma Conjunção coordenativa, sendo isso uma boa regra, não é uma lei dura e rápida da gramática. Você deve tentar limitar quantas vezes você começa uma frase com uma Conjunção coordenativa, mas não é incorreto fazê-lo, especialmente se quebrar uma frase muito longa em pedaços mais facilmente compreensíveis. Conjunções coordenativas são as mais simples de todas as conjunções de se reconhecer e dominar, e saber como elas funcionam irá melhorar a qualidade e a complexidade de sua escrita, então se isso é o que você procura, você está agora totalmente equipado! Escreva feliz!

Conjunções Subordinativas

Aqui está uma lista de algumas das conjunções subordinativas mais comuns:

  • after

  • although

  • as

  • as if

  • as long as

  • as much as

  • as soon as

  • as though

  • because

  • before

  • even

  • even if

  • even though

  • if

  • if only

  • if when

  • if then

  • inasmuch

  • in order that

  • just as

  • lest

  • now

  • now since

  • now that

  • now when

  • once

  • provided

  • provided that

  • rather than

  • since

  • so that

  • supposing

  • than

  • that

  • though

  • til

  • unless

  • until

  • when

  • whenever

  • where

  • whereas

  • where if

  • wherever

  • whether

  • which

  • while

  • who

  • whoever

  • why

Dos três tipos diferentes de conjunções (coordenativas, correlativas e subordinativas), conjunções subordinativas são as mais difíceis de reconhecer, mas eles não são difíceis de dominar. Na verdade, você provavelmente, as usa o tempo todo mesmo sem perceber, mas vamos dar uma olhada nelas para ver o que está acontecendo. Uma conjunção subordinativa sempre introduz uma oração dependente, amarrá-la a uma oração independente. As orações podem ir em qualquer ordem; ou seja, o independente ou a oração dependente pode vir em primeiro lugar na frase, mas em qualquer ordem, a primeira palavra da oração dependente (ou subordinada) será a conjunção subordinativa.

Usando Conjunções Subordinativas

Em inglês, há muitas conjunções subordinativas, mas as mais comuns, juntamente com alguns exemplos de como conjunções subordinativas são utilizadas, são as seguintes:

  • after – “Your heart will break like mine, and you’ll want only me after you’ve gone” (Ella Fitzgerald).

  • although – “Although I’ve been here before, he’s just too hard to ignore” (Amy Winehouse).

  • as – “As I walk through the valley of the shadow of death, I take a look at my life and realize there’s nothing left” (Coolio).

  • as long as – “I don’t care who you are, where you’re from or what you did as long as you love me” (Backstreet Boys).

  • because – “I’m everything I am because you loved me” (Celine Dion).

  • before – “Just call me angel of the morning, angel. Just touch my cheek before you leave me, baby” (Juice Newton).

  • even if – “Even if the sky is falling down, you’ll be my only” (Jay Sean).

  • if – “If you leave me now, you’ll take away the biggest part of me” (Peter Cetera/Chicago).

  • once – “Once you pop, you can’t stop” (Pringles commercials).

  • now that – “Baby, now that I’ve found you, I won’t let you go” (Tony Macaulay/John MacLeod).

  • since – “I guess I’ll never be the same since I fell for you” (B.B. King).

  • though – “Walk on through the wind, walk on through the rain though your dreams be tossed and blown” (Rodgers and Hammerstein).

  • unless – “We’re never going to survive unless we get a little crazy” (Seal).

  • until – “[You] don’t know what you’ve got ‘til it’s gone” (Cinderella).

  • when – “When I see you smile, I can face the world” (Bad English).

  • where – “There’s a light burning bright, showing me the way, but I know where I’ve been” (Scott Wittman).

  • while – “I look at the world, and I notice it’s turning while my guitar gently weeps” (The Beatles).

Você vai notar que, quando uma oração dependente precede uma cláusula independente, há uma vírgula entre as duas, indicando o início da oração principal (independente). No entanto, quando a oração independente vem em primeiro lugar, não há nenhuma necessidade de separar as duas orações com uma vírgula.

Conjunções Subordinativas x Pronomes Relativos

Há um outro grupo de palavras que às vezes introduzir orações dependentes. Estes são chamados de pronomes relativos, e embora eles pareçam e funcionem muito parecidos com conjunções coordenativas, eles são diferentes. Verdadeiros pronomes relativos são “that”, “who” e “which”, e diferem da conjunção subordinativa na forma como agem como objeto de uma cláusula dependente enquanto as conjunções subordinativas não. Conjunções subordinativas são seguidas pelo assunto da oração. Considere alguns exemplos:

  • John is the guy who came over for dinner last week. – Here, we have two clauses. “John is the guy” is the main clause, and “who came over for dinner last week” gives us more information about John. The word “who” acts as the subject of the dependent clause.

  • We talked about music and movies while we ate. – Again, we have two clauses. “We talked about music and movies” is the main clause, and “while we ate” gives us more information. However, in this example, both clauses have the subject “we.” The word “while” does not act as the subject of the dependent clause.

Now that you know what subordinating conjunctions are, you can continue to use them, but now with new purpose and vigor!

Conjunções Correlativas

  • both / and

  • not only / but also

  • either / or

  • neither / nor

  • whether / or

  • as / as

  • such / that

  • scarcely / when

  • as many / as

  • no sooner / than

  • rather / than

Você sabe o que é uma conjunção, dominaste conjunções coordenativas, e você tem certeza de que você entende conjunções subordinativas; Há apenas um obstáculo a mais agora entre você e o domínio total das conjunções: conjunções correlativas. Bem não se preocupe, Conquistador da gramática. Você está prestes a ser vitorioso.

O que são Conjunções Correlativas? Conjunções correlativas são como conjunções de tag team. Eles vêm em pares, e você tem que usar os dois em lugares diferentes em uma frase para fazê-los trabalhar. Recebem seu nome pelo fato de trabalharem juntas (co-) e relacionam um elemento da frase a outro. Conjunções correlativas incluem pares como both/and,” “whether/or,” “either/or,” “neither/nor,” “not/but” e “not only/but also.”

  • I want either the cheesecake or the frozen hot chocolate.

  • I’ll have both the cheesecake and the frozen hot chocolate.

  • I didn’t know whether you’d want the cheesecake or the frozen hot chocolate, so I got you both.

  • Oh, you want neither the cheesecake nor the frozen hot chocolate? No problem. I’ll eat them both – not only the cheesecake but also the frozen hot chocolate.

  • I see you’re in the mood not for dessert but appetizers. I’ll help you with those too. Here are some more pairs of correlative conjunctions:

  • as/as – Bowling isn’t as fun as skeet shooting.

  • such/that – Such was the nature of their relationship that they never would have made it even if they’d wanted to.

  • scarcely/when – I had scarcely walked in the door when I got the call and had to run right back out again.

  • as many/as – There are as many curtains as there are windows.

  • no sooner/than – I’d no sooner lie to you than strangle a puppy.

  • rather/than – She’d rather play the drums than sing.

Conjunções Correlativas

Conjunções correlativas são mais semelhantes às conjunções coordenativas do que para subordinativas, em que os fragmentos de sentença que se conectam são razoavelmente iguais. Conjunções subordinativas conectam orações dependentes, que têm funções totalmente diferentes e independentes. Conjunções coordenativas e conjunções correlativas, por outro lado, ligam palavras e frases que têm peso igual na frase. Por exemplo, “both/and” conecta dois objetos ou duas disciplinas:

  • Both Jon and Lauren enjoyed the movie. (subjects)

  • Jon enjoyed both the movie and the popcorn. (objects)

  • “As/as” compares nouns using an adjective or an adverb:

  • Peter is as tall as Jeff.

  • A lion can’t run as fast as a cheetah.

  • “Not only/but also” can connect nouns or entire clauses:

  • I’m going not only to the concert, but also backstage!

  • Not only will I see your ten, but I’ll also raise you twenty.

Parabéns! Agora sabe tudo que há para saber sobre conjunções correlativas. Agora você está pronto para dominar o mundo!


0 visualização